Home Catálogo Editora Na mídia Originais Lista de preços Escritório do editor Contato Compra de livros Escritório do editor Escritório do editor Fricções Siga a Ficções no Twitter
Ficções Editora
C A T Á L O G O

Eu queria que você soubesse

Marcos Kirst

Romance

ISBN (PAPEL): 9788599402269
ISBN (E-BOOK): 9788562226427
Formato: 14 X 21 cm
Páginas: 152
Ano: 2016
Peso: 200 gr

Capa

IMAGENS DA CAPA: FRENTE | 4ª CAPA | ABERTA
SOBRE O AUTOR

Bookmark and Share


Até que ponto uma paixão juvenil, motivadora de erros, pecados e culpa, pode interferir na vida de um homem adulto?

   Ao trauma de uma paixão adolescente somam-se adultérios, traições, assassinatos, sombras da ditadura, sonhos frustrados, loucuras dos anos 1960 e 70, uma vocação profissional nem sempre gratificante e o cansaço de tudo isso depois de mais de trinta anos.

   Até quando essas feridas podem levar a uma vida de superficialidade afetiva, que impede o aprofundamento de relações amorosas e a conquista de uma plenitude aspirada e temida ao mesmo tempo? Até quando é possível ser o guardião solitário de tantos segredos?

SINOPSE



ATÉ QUANDO É POSSÍVEL SER O GUARDIÃO SOLITÁRIO DE TANTOS SEGREDOS?


Guia da Folha / Reprodução


GUIA DA FOLHA
Gregório Bacic



FÔLEGO SUFICIENTE PARA INSPIRAR UM FILME OU UMA MINISSÉRIE DE TV


Marcos Kirst estreou na literatura com um livro vigoroso, bem escrito, um romance envolvente que traz um personagem/narrador que atravessa, com um olhar cético, às vezes aterrorizado, a nossa história recente, desde os tempos da Ditadura Militar, passando pelo AI-5, Redemocratização, Collor... – essas desgraças todas!

   Uma paixão juvenil, secreta, que sobreviveu ao longo de quase toda uma vida, e sempre atormentou o contador de empresas, que nos revela a sua existência errática, e quase insignificante, a partir de um assassinato que surge logo na primeira página.

O livro tem 150 páginas, com capítulos que acabam com frases inquietantes e provocantes, que aumentam o mistério e nos impulsionam a entrar rapidamente no próximo capítulo, a ler sem parar, para saber mais, conhecer vidas que se perderam e sobreviveram nos anos de censura, repressão e tortura, sob o regime militar; e outras, rotineiras e fadadas ao fracasso ou à tragédia na pequena cidade no sul do país.

   Mas o final é poético e desses que ficam por um bom tempo levitando na cabeça do leitor e nos faz voltar a ler outras vezes.

   Uma bela estreia nas letras de um ser humano que sempre cuidou bem de livros e bibliotecas – e agora também vai cuidar bem das palavras.

(Alonso Alvarez / Escritor)



Em seu livro de estreia, Marcos Kirst inaugura-se como romancista nato, o que é relativamente raro em literatura. Geralmente o autor começa por narrativas curtas, crônicas, contos, relatos, poesia, para então se lançar nas revoltas águas do romance, gênero que requer engenharia, ou seja, um projeto de entrada e fôlego para a sustentação da sua arquitetura.

   Kirst cumpre esses quesitos com louvor. Num romance de linhas confessionais, não sei se exatamente uma autoficção, o narrador protagonista envolve o seu leitor sem forçar aproximação e vai apresentando os dramas pessoais da personagem num ótimo desenvolvimento, valendo-se com habilidade e comedimento de recursos literários como anticlímax, fluxo de consciência, leixa pren, coliquialismo sem cruísmo. Paradoxal, caótico, demasiado humano, o significante mestre de uma paixão platônica, altamente idealizada, dá o contorno desse homem que se vai desenhando verossímil ao leitor, seus medos, seus fracassos, amores pela metade, a palavra presa na garganta e que precisa ser libertada. Um livro pleno de sentidos.

(Vanessa Maranha / Escritora)

ALGUMAS OPINIÕES





Marcos Kirst nasceu em Ijuí, Rio Grande do Sul. Vive na capital paulista desde 1974.

   É formado em Administração de Empresas, com especialização em Comunicação e Marketing Cultural. Desde 1978 atua na área editorial, tendo trabalhado em empresas como Abril Cultural e Prêmio Editorial. Foi diretor de marketing e comunicação da Câmara Brasileira do Livro (2003 a 2007). Atualmente, é gerente de projetos e programas culturais da SP Leituras – Associação Paulista de Bibliotecas e Leitura.

O AUTOR

Reprodução




PARA COMPRAR ESTE LIVRO

Escolha uma opção abaixo.



VERSÃO PAPEL
PAGUOL / FICÇÕES EDITORA

Compra direta com opção de autógrafo do autor + frete grátis. E envio imediato! Clique no botão ao lado: rápido, fácil e seguro!





Clique aqui para comprar na Livraria Cultura

Versão E-Book na Saraiva

Versão E-Book na Apple

Versão E-Book na Amazon

Versão E-Book na Kobo


VERSÃO DIGITAL (E-BOOK)



VOLTA SOBE
FICÇÕES - Porque a vida não basta