Home Catálogo Editora Na mídia Originais Lista de preços Escritório do editor Contato Compra de livros Escritório do editor Escritório do editor Fricções Siga a Ficções no Twitter
Ficções Editora
C A T Á L O G O

Crônicas em papel de pão

Faber Num

Contos e crônicas

ISBN (PAPEL): 9788562226472
ISBN (E-BOOK): 9788562226489
Formato: 14 X 21 cm
Páginas: 134
Ano: 2017
Peso: 200 gr
Projeto gráfico (miolo): Alonso Alvarez
Capa: Lucas Campos (Indie 6)
Revisão: Bárbara Parente


     Apoio:


Capa

IMAGENS DA CAPA: FRENTE | 4° capa | ABERTA
SOBRE O AUTOR

Bookmark and Share




LEIA UM TRECHO





Com reflexões e uma boa dose de humor, “Crônicas em papel de pão” apresenta-se como uma descontraída visita à mesa, com aroma de café e poesia. Um convite a uma viagem de riso e encantamento até que a última página se feche.

SINOPSE



UM CONVITE A UMA VIAGEM DE RISO E ENCANTAMENTO ATÉ QUE A ÚLTIMA PÁGINA SE FECHE


Acredito que todo mundo tem um cantinho especial que goste de estar. Alguns nos jardins, nas praças, no próprio quarto ou no balanço da árvore de seu quintal. Este meu latíbulo especial, assim como o da maioria dos profissionais de letras, são as livrarias, os sebos ou as bibliotecas; pois encontramos uma afinidade especial nesses lugares, apreciamos o universo da criação.

O grande Borges, um escritor, poeta e ensaísta argentino que tanto admiro, certa vez disse que “sempre imaginou que o paraíso fosse uma espécie de livraria”. Uma frase bem significativa! Apesar de que no original Jorge Luis Borges tivesse se referido às bibliotecas.

Ao visitarmos uma livraria, descobrimos um paraíso antes escondido no âmago de seus criadores. Folheamos por horas as páginas dos livros e ficamos encantados com a vastidão de histórias que poderiam cair no rol do esquecimento caso não passassem pelas mãos dos escritores. Da mesma forma, as histórias encontradas neste livro que você tem em mãos, onde terá a oportunidade de viajar no universo do autor como se estivesse junto, em cada acontecimento descrito.

Em Crônicas em Papel de Pão nos deparamos com uma linguagem leve, simples, com pitadas de humor e ironia. Com suas crônicas cômicas e concisas, contos ou memórias que se desenrolam num sabor reflexivo, o autor nos leva a situações comuns vividas no dia a dia, como o desdobramento de uma conversa acerca do melhor tipo de café, em O Café da Tarde; uma visita às bancas de revistas da Praça Heliodoro Balbi, em Uma Manhã de Dezembro; a relação entre Volnito Télaris e uma jovem senhora, em Panelas Arqueológicas; ou no biriteiro e “especialista” na arte de cagar em latas, em A Casa.

De forma peculiar, a narrativa breve do autor, característica comum dos cronistas, apresenta ao leitor uma leitura descontraída, revelando o que normalmente nos passa despercebido na vivência diária.

PREFÁCIO
Jackson da Mata
Autor de, entre outros, A Próxima Cartada e O Escalpo da Ribeirinha.



COM SUAS CRÔNICAS CÔMICAS E CONCISAS, CONTOS OU MEMÓRIAS QUE SE DESENROLAM NUM SABOR REFLEXIVO, O AUTOR NOS LEVA A SITUAÇÕES COMUNS VIVIDAS NO DIA A DIA



"A escrita é agradável e cuidadosa, bem como muito atrativa, o que desencadeia uma leitura envolvente, uma vez que Faber Num se aproxima de quem lê, característica principal das crônicas, fazendo ainda com que o leitor interaja com os fatos e até se identifique com as ações tomadas pelas personagens, como aconteceu comigo, como se estivéssemos em uma conversa descontraída e informal. O cronista Faber Num dialoga conosco sobre fatos, até mesmo alguns de ordem pessoal com naturalidade.”

Gisely Hauradou
Bacharel em Ciências Econômicas




"As primeiras palavras de “Crônicas em Papel de Pão” são um aceno, um convite a sentar, deixar-se ficar e ouvir com os olhos. Então, cativada sua audiência, o autor Faber Num conduz o leitor na agilidade descontraída e sensível de sua escrita, apresentando histórias e personagens que têm muita carne e alma em sua tinta. Cenários e cenas do cotidiano são desenhados ora com encantadora delicadeza, ora com ironia afiada, mas sem nunca perder a leveza que nos faz sentir o desaguar das páginas como uma agradável conversa com um velho amigo.”

Lucas Odersvank
Arquiteto e Escritor

Opiniões de leitores






Faber Num é pseudônimo de Elcias Moreira Nunes Júnior, que reside em Manaus, é graduado em Letras e pós-graduado em Metodologia da Língua Portuguesa. É autor do livro de poemas “Intuição”. “Crônicas em Papel de Pão” é seu primeiro livro de prosa.

O autor no:
No Facebook


O AUTOR






PARA COMPRAR O LIVRO
Crônicas em papel de pão

Em breve nas melhores livrarias!




























VERSÃO DIGITAL (E-BOOK)






VOLTA SOBE
FICÇÕES - Porque a vida não basta